Biopesca


Especialistas se reúnem para discutir conservação da toninha

17/02/2020

O “Workshop preparatório para a revisão do status da toninha (Pontoporia blainvillei) pelo Comitê Científico da Comissão Internacional Baleeira” terminou na última sexta-feira (14).

Realizado em Porto Alegre (RS) durante dois dias, o encontro reuniu pesquisadores de cinco países, entre eles a bióloga Carolina Bertozzi, fundadora do Instituto Biopesca e professora da Unesp, para discutir e preparar documentos que serão utilizados para revisão do status da toninha na Comissão Baleeira Internacional.

O evento foi organizado pelo Grupo de Estudos de Mamíferos Aquáticos do Rio Grande do Sul – GEMARS em parceria com o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio).

A toninha é uma espécie de golfinho pequena e tímida que corre o risco de extinção nos próximos 35 anos se nada for feito para sua proteção. As principais ameaças a essa espécie são o impacto do lixo descartado de forma inadequada e que acaba nos mares, além da captura incidental pela pesca. Há mais de 20 anos, o Instituto Biopesca se dedica ao estudo desse animal a fim de colaborar para sua proteção.

A Comissão Baleeira Internacional (International Whaling Commission) é uma organização mundial criada em 1946, responsável pela conservação da baleia e de outros mamíferos marinhos. O Brasil é um dos membros dessa Comissão.

Navegação de postagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *