Biopesca


Tartaruga-cabeçuda é resgatada pelo Biopesca

08/03/2019

No último domingo (3), o Instituto Biopesca resgatou uma tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta) viva da faixa de areia de Itanhaém (SP). Essa é a segunda ocorrência de um animal dessa espécie, com vida, atendida desde a inauguração da Unidade de Estabilização (UE) do Biopesca, em 2018. De acordo com a médica veterinária Pryscilla Maracini, do Biopesca, a tartaruga está magra, desidratada e com provável alteração em diversos órgãos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
“Seguimos o protocolo de afogamento, com anti-inflamatório e fluidoterapia (soro na veia). Após um dia de tratamento, percebemos que ela já está mais ativa”, conta a veterinária. A tartaruga foi encaminhada para tratamento no Centro de Reabilitação e Despetrolização do Guarujá.
Quem aí também está torcendo para que a tartaruga volte ao mar em breve? Nós estamos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos.

Esse é o segundo indivíduo da espécie tartaruga-cabeçuda atendido na Unidade de Estabilização do Biopesca

 

Navegação de postagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *