Biopesca


Ovos do terceiro ninho também são recolhidos

26/05/2021

Ontem à noite (25), por volta das 19h, técnicos do Instituto Biopesca constataram que a maré invadiu o terceiro ninho da tartaruga-de-couro no Praião, em Itanhaém (SP), e destruiu a estrutura de proteção que havia em seu entorno. A força da água derrubou a cerca , dois postes e duas placas e removeu grande parte da areia que recobria o local. Antes que ovos fossem levados, a equipe do Instituto Biopesca interviu e os recolheu.

Mais de 100 ovos foram coletados  e verificou-se que não estavam fecuncados (sem embriões), assim como ocorreu com os ovos dos outros dois ninhos também localizados em Itanhaém e já recolhidos.

Os ovos do primeiro ninho – 103, no total – foram recolhidos pela equipe do IBP em 8 de maio, antes que fossem levados pela forte ressaca que atingiu o local. Já os do segundo foram recolhidos ontem de manhã. O Instituto Biopesca decidiu pela intervenção diante da constatação dos ovos do primeiro ninho não terem sido fecundados  e estarem em decomposição. Além disso, o fato da temperatura ambiental estar diminuindo colaborou com a decisão, já que o calor da areia é fundamental para o desenvolvimento dos ovos. A operação foi realizada de forma técnica e com todos os cuidados para não causar nenhum impacto caso os ovos estivessem fecundados.  Após recontagem, foram confirmados 121 ovos.

O Instituto Biopesca é uma das instituições executoras do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural na Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama.

Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, por meio do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos. O projeto é realizado desde Laguna/SC até Saquarema/RJ, sendo dividido em 15 trechos. O Instituto Biopesca monitora o Trecho 8, compreendido entre Peruíbe e Praia Grande.

Para mais informações, acesse www.comunicabaciadesantos.com.br.

Navegação de postagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *