Biopesca


Lobos marinhos são avistados em praias do litoral paulista

27/08/2018

Na última semana, dois lobos-marinho-do-peito-branco (Arctocephalus tropicalis) foram encontrados em diferentes praias do litoral centro-sul paulista. O primeiro foi avistado na praia do bairro Vera Cruz, em Mongaguá (SP) no sábado (18), e o segundo, na praia do Campos Elíseos, em Itanhaém (SP), na terça (21). Ambos foram atendidos pela equipe do Instituto Biopesca, que executa o Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), depois de acionamentos feitos por populares.

De acordo com o médico veterinário Rodrigo do Valle, coordenador geral do Biopesca, é comum que os lobos marinhos parem nas praias para descansar. O animal tratado pela equipe da organização em Mongaguá estava desidratado e abaixo do peso. Seguindo os procedimentos necessários, o grupo isolou a área e montou uma tenda para proteger o lobo. A equipe de biólogos e médicos veterinários administrou soro para hidratá-lo, dar energia e possibilitar que ele se recuperasse sozinho. Após cerca de 12 horas de descanso, ele voltou ao mar, pronto para continuar sua viagem. Já o lobinho encontrado em Itanhaém foi afastado da linha de água para a faixa de areia (veja o vídeo), já que a maré estava subindo e, assim, ele poderia descansar melhor. Depois de passar a manhã na praia, ele voltou para o mar.

Segundo Valle, a população deve evitar a aproximação desses animais marinhos. Eles vêm às praias para descansar e a presença de banhistas pode atrapalhar o repouso e até irritá-los.

Ao encontrar golfinhos, aves e tartarugas marinhas vivos ou mortos nas praias, a população pode acionar a organização pelos telefones 0800 642 3341 ou (13) 99601-2570 (chamada a cobrar ou pelo WhatsApp).

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama. Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos.

Fotos: Kaio Nunes/Acervo Biopesca

É comum que os lobos marinhos venham às praias para descansar

De 2015 a 2017, nenhum lobo-marinho-do-peito-branco (Arctocephalus tropicalis) foi avistado nas praias do Centro-Sul de SP

Navegação de postagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *